ENTIDADES BENEFICIADAS COM O EVENTO

No ano de 1971, algumas famílias que residiam em Guarapuava, discutiam a formação educacional e social da pessoa com deficiência e sentiam dificuldades em encontrar um espaço para que seus filhos fossem atendidos. Esses pais acreditavam na potencialidade de seus filhos e percebiam o quanto era necessário e importante à educação e a socialização dos mesmos. 

Tendo em vista que no Paraná, o movimento Apaeano já havia conquistado espaço, em Guarapuava, essas famílias ainda não contavam com um local de apoio para seus filhos, desta forma, uniram forças para buscar subsídios e amparo legal para fundar a APAE e a Escola Especial.

Em 27 de agosto de 1971, os esforços dessas famílias se concretizaram com a criação da APAE e da Escola de Educação Especial Anne Sullivan iniciando suas atividades com 7 (sete) alunos em uma casa cedida pelo Esquadrão Independente de Cavalaria. Nos anos de 1972 e 1973, funcionou precariamente em duas salas de aula, alugada pela Prefeitura Municipal, no Grupo Escolar Dona Marta, na Igreja Presbiteriana, situada na Rua Professor Leonídia. Em 10/08/1973 já com 13 alunos, mudou-se para uma casa situada na Rua Xavier da Silva, 922, alugada pela APAE. 

A APAE buscou recursos junto a comunidade para a construção da sede própria para a Escola por ela mantida e em 1990 o prédio estava pronto. Em 1995, foi construído o espaço físico para as Oficinas em parceria FNDE/APAE/Comunidade.

Em 1997 foi adquirida a área Rural, localizada na BR 277, em 130.000 m² de área, com árvores frutíferas, tanques para pesca, casa sede, com mais ou menos 120m², casa para chacareiro, e, em parceria com a SECRE/Provopar, a estufas de flores denominado Projeto “Piá das Flores”, sendo 400m² de estufas, 35m² de sementeira que foi inaugurado no dia 04/05/1998.

Em 2009, foi construído o prédio do Centro de Reabilitação e Saúde, inaugurado em 30 de novembro de 2009, no bairro Santa Cruz. A instalação tem 477,5m² e conta com sala de fisioterapia, piscina para atendimentos de hidroterapia, salas de atendimentos para as áreas de Psicologia, Fonoaudiologia, Terapia Ocupacional e para os atendimentos na área de Assistência Social.

Em novembro de 2015, o Centro de Equoterapia foi inaugurado na APAE Rural, o qual tem 1600m² de área construída destinados ao atendimento de Equoterapia - método terapêutico que utiliza o cavalo dentro de uma abordagem interdisciplinar nas áreas de saúde.

Desde então, as instalações já passaram por diversas reformas e ampliações, sempre buscando a melhoria de suas estruturas físicas e nos atendimentos oferecidos.


Associação Casa de Passagem e Apoio a Pessoa com Câncer – ACPAC é uma entidade sem fins lucrativos, qualificada como Utilidade Pública Municipal, pela Lei nº 1253/2003 e alterada pela Lei nº 2711/2017 e pela Lei Estadual nº 14756/2004.  A Instituição executa os serviços socioassistenciais na modalidade de acolhimento institucional provisório às pessoas que estão em tratamento do câncer e de seus acompanhantes, que estejam fora de seus domicílios, e sem condições de auto sustento, durante o tratamento de neoplasia (câncer), e tem como área de abrangência os vinte municípios que compõem a 5º regional de Saúde de Guarapuava PR. Os usuários que residem em Guarapuava são assistidos com outras atividades; visita domiciliar, benefícios eventuais, palestras de orientações e incentivo para continuarem o tratamento, conta também com acompanhamento de fisioterapeutas e psicólogos que atendem de forma individual ou em grupo e ainda realiza encaminhamentos para a rede de serviços públicos existente no município.

Missão

Promover a assistência social aos usuários oncológicos e seus familiares de forma gratuita, continua e planejada, sem qualquer discriminação, fortalecendo os vínculos familiares, através de ações integradas em rede de atendimento socioassistencial de ações conjuntas com a comunidade em geral.

Visão

Ser reconhecida como entidade que busca adotar as melhores práticas na qualidade dos serviços prestados junto à prevenção, reabilitação, inclusão social e amparo à pessoa com neoplasia e seus familiares que se encontram em situação de vulnerabilidade social.

Valores

Ética, Transparência, Fraternidade, Respeito e Amparo

 

A manutenção da ACPAC se dá através de contribuição de sócios, arrecadação de bazar beneficente, recursos oriundos de projetos em parceria com a comunidade, patrocínio de outras instituições colaboradoras e do trabalho de voluntários.

Atualmente a ACPAC atende 120 pessoas cadastradas acometida pelo câncer e seus familiares, totalizando em torno de quatrocentas pessoas que se encontram em situação de vulnerabilidade social e emocional. Os serviços são ofertados de forma contínua e sem interrupção. 

 

ACPAC
Rua Marechal Floriano Peixoto, 926 - Trianon
Guarapuava, Paraná - CEP – 85010-240
CNPJ: 05.070.802/0001-91
(42) 3035-3921 | (42) 9 9956-1946

e-mail: acopeccguarapuava@hotmail.com.br


O Instituto de Ação Social Renascer é instituição de assistência social sem fins lucrativos que trabalha há mais 23 anos, em prol de crianças e adolescentes sob risco social e pessoal, bem como famílias em vulnerabilidade social.

Os serviços propostos direcionam a ações, de enfrentamento as mazelas sociais, tendo como objetivo valorizar a infância, em suas mais diversas realidades sociais, proporcionando espaço de crescimento saudável no meio familiar, educativo e comunitário, tornando-as como sujeitos de direitos.

As propostas interventivas condizem com a realidade social que cerca a vida das crianças e adolescentes assistidos enaltecendo e refratando as expressões das questões sociais a qual estão expostos os seus familiares. Desta forma, falar de crianças em situação de risco pessoal e social é abordar um problema que traz em sua complexidade as marcas da formação e do desenvolvimento social, político, econômico e cultural em nosso país.

Visando romper com determinantes tão árduos e sub-humanos no meio familiar e enfrentar determinantes da Fome e da Miséria que aferem a realidade social dos nossos usuários, oferecemos às famílias a assistência social com vistas a emancipar o núcleo familiar oferecendo além do apoio sócio familiar, cursos de geração de renda e inclusão produtiva, com vistas a emancipar e romper com práticas assistencialistas e políticas públicas compensatórias.

Assim, proporcionamos as crianças e adolescentes momentos recreativos, lúdicos e formativos que visam fortalecer os laços familiares e comunitários, igualmente, oferecemos a assistência médica e nutricional buscando minimizar, fatores de insegurança alimentar e nutricional que os acercam e que desencadeiam fatores que geram a deficiência física, intelectual e motora.

Atualmente atendemos 198 crianças, adolescentes e famílias, chegando a totalizar mais de 990 atendimentos diretos e indiretos ao mês, neste sentido, a fim de darmos continuidade aos serviços propostos, utilizaremos o recurso da Festa para custeio dos profissionais envolvidos nas ações e atividades institucionais.

 

Instituto de Ação Social Renascer
Rua Frei Caneca, 25 - Bairro Santana
Guarapuava, Paraná - CEP – 85070-170 
CNPJ: 77.124.311/0001-97
E-mail: asocial@oscrenascer.org.br ou institucional@oscrenascer.org.br


Associação de Pais e Amigos dos Deficientes Visuais foi fundada no dia 28 de março de 1989, é uma associação civil, com personalidade jurídica de direito privado, de caráter associativo e natureza beneficente.

A entidade presta atendimento às pessoas com deficiência visual, na faixa etária de 06 a 80 anos de idade, bem como, aos seus familiares. A demanda da associação é de aproximadamente 700 atendimentos mensais e acontecem de forma intersetorial nas políticas de assistência social, educação, esporte, cultura e lazer.

A preponderância de atuação da APADEVI é na área de assistência social, e seus serviços socioassistenciais são inscritos no CNEAS que está previsto na lei 8.742/93 – LOAS, Art. 19, bem como, cumpre o que preconiza o Sistema Único da Assistência Social - SUAS.

Atividades desenvolvidas na área de assistência social: artesanato, atividade de vida autônoma, informática, hidroginástica, massoterapia, música, teatro, goalbal (futebol para cegos), oficina socioeducativa para famílias, visitas domiciliares, serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos para criança, adolescente e mulheres, atendimentos individuais, atendimentos em grupo, encaminhamentos para outras politicas que se fizerem necessárias tais como: outros serviços da rede socioassistencial, educação, habitação, saúde e órgãos de defesa e garantia de direitos.

Atividades desenvolvidas na área da educação especial: EJA - educação para jovens e adultos, apoio à escolaridade, arte, braile, estimulação visual, educação física, sorobã e orientação e mobilidade.

Desta forma a entidade desenvolve o Programa Especializado de Atendimento às Pessoas com Deficiência Visual e suas Famílias, promovendo a autonomia, a inclusão social e melhoria da qualidade de vida, com ações planejadas, continuadas e gratuitas, visando o enfrentamento e a superação das situações violadoras de direitos, e prevenindo o isolamento social, conforme estabelecido na Lei 13.146/15 Lei Brasileira de Inclusão da Pessoa com Deficiência.

 

Associação de Pais e Amigos dos Deficientes Visuais –Apadevi
Rua Capitão Frederico Virmond, 3494 – Santa Cruz
Guarapuava, Paraná - CEP – 85015-260 
CNPJ: 80.620.750/0001-03


A Associação de Estudos, Pesquisas e Auxílio às pessoas com Alzheimer – AEPAPA foi fundada em 10/05/2012, constituída na forma de sociedade civil sem fins lucrativos, com personalidade jurídica própria, distinta de seus associados, pessoa jurídica de direito privado, sob forma de ASSOCIAÇÃO de caráter beneficente e de Assistência Social. Com Utilidade Pública Municipal nº 2144/2013 e Utilidade Pública Estadual nº 18.883/2016.

Possui característica de propiciar o fortalecimento dos vínculos familiares e comunitários, contribuindo para reconstrução das relações familiares e o restabelecimento da função protetiva da família, visando assim à superação das situações de risco social. Colabora na defesa e resgate de direitos violados, na prevenção do agravamento da situação de vulnerabilidade dos usuários e de suas famílias.

No que se refere às ações da equipe da AEPAPA, o trabalho é prestar apoio, orientação e informação em domicílio à pessoa com Alzheimer e seus familiares, visando o fortalecimento de vínculos familiares e comunitários, com ênfase no envelhecimento saudável e informações sobre a doença de Alzheimer, atuando no acesso aos direitos sociais, prevenção de agravos à saúde, prevenindo situações de exclusão, isolamento social e institucionalização da pessoa com doença de Alzheimer. Atua constantemente na defesa, fomento e divulgação de pesquisas que versam sobre a doença.

Atualmente atende 68 famílias de pessoas idosas diagnosticadas com doença de Alzheimer.